Praticagem

O que é praticagem

No Brasil, assim como em todos os países que possuem comércio internacional por via aquaviária, a Praticagem é a atividade que proporciona eficiência e garante a segurança das operações dos navios que trafegam em suas águas territoriais, seja ao longo da costa ou em águas interiores, tendo o Estado como seu único cliente e os navios como usuários deste serviço. É uma operação disponível em todas as horas do dia, e em todos os dias do ano.

O que faz o prático

O Prático é o profissional aquaviário que executa tal atividade, representando o interesse público a bordo dos navios, com sólido conhecimento técnico profissional da navegação em águas restritas. Para isso, possui aprimorada formação náutica além de vasta experiência das características da nossa região, tais como as variações das correntes, ventos, marés e profundidades. Com seu conhecimento, vai a bordo e assessora profissionalmente os Comandantes na condução de seus navios, preocupando-se sobretudo com a segurança da navegação, a salvaguarda da vida humana, o patrimônio público e privado ao longo das margens e a preservação do meio ambiente.

Zonas de praticagem

Zonas de Praticagem (ZP) é a área geográfica delimitada por força de peculiaridades locais que dificultem a livre e segura movimentação de embarcações, exigindo a constituição e funcionamento ininterrupto de Serviço de Praticagem para essa área. A Diretoria de Portos e Costas (DPC) é quem estabelece as Zonas de Praticagem. O serviço de Praticagem, considerado atividade essencial e está permanentemente disponível nas vinte e duas zonas de praticagem estabelecidas.

  • - Zp09

    Para Recife a área limitada por uma circunferência de uma milha de raio, com centro no Farolete Sul do quebra-mar sobre o banco do Inglês a qualquer ponto do interior do porto. Para Suape a partir do alinhamento da ponta do quebra-mar e a ponta do cabo de Santo Agostinho, até o local de atracação. A praticagem nesta ZP é obrigatória.

Principais dúvidas

Cartilha de Praticagem